Casa

A Menina Colina Guesthouse abriu portas e convida-a/o a entrar.

Já é possível fazer a sua reserva connosco.

Como passar os dias na nossa casa depende de si. A maneira mais fácil é simplesmente passar aqui a noite.

Pode passar a tarde a ler na varanda ou encontrar outros hóspedes no jardim. Os nossos quartos históricos, equipados com mobiliário moderno, oferecem-lhe a oportunidade de espalhar os seus papéis na secretária ou descansar numa das nossas poltronas com um copo de vinho.

O café está aberto durante todo o dia. Comece o dia tomando o pequeno-almoço aqui e continue com a leitura de livros, revistas ou desfrutando de jogos.

O jardim oferece-lhe espaços livres e outros com plantas exuberantes, bem como maravilhosas camélias. Aprecie a vista a partir dos bancos, mesas e espreguiçadeiras.

Quartos

Every Room is Different.

Garden View Family

From 128€

Garden View Superior

From 128€

Apartment

From 128€

Sofa Room

From 112€

Cozy

From 90€

Reserva

Faça a sua reserva agora ou mais tarde.

Se tiver alguma dúvida telefone ou envie-nos um e-mail. Pode igualmente reservar diretamente por aqui.

Info

Pode chegar rapidamente até nós e estamos muito próximos do centro.

A nossa casa fica no centro entre a baixa, a cidade velha e as galerias de arte à volta da Rua Miguel Bombarda.

A nossa morada

Menina Colina
Rua Dr. Alberto Aires de Gouveia N°15-19
4050-023 Porto
GPS 41.146399, -8.620473

E-Mail
Telefone

+351 966 311 994

A receção está aberta todos os dias das 08:30 até as 18:00.

Como chegar até à nossa casa

Aeroporto

40 minutos de autocarro desde o aeroporto com as linhas 601 e 602. A paragem fica em frente da casa (paragem Hospital Santo António, duas vezes por hora, EUR 2, pagos diretamente ao condutor).

Serviço de transfer: 25€ por um carro ou carrinha, entre 1 a 8 pessoas. Podemos solicitar os serviços de uma empresa de transporte entre o aeroporto e a Guesthouse (nos dois sentidos).

Táxi aprox. EUR 25.

Estação de Comboios de São Bento

15 minutos a pé da estação

Em alternativa, caminhe cerca de 5 minutos até à Praça Filipa de Lencastre e apanhe um destes autocarros até à paragem Hospital Santo António: 200, 201, 207, 208, 302, 501.

Estacionamento

Há pouca oferta de estacionamento e é caro, mas nós podemos reservar um lugar com desconto num parque coberto a 100 m de distância do hotel, sujeito a pré-reserva. A garagem está aberta 24/7.

História

A história da nossa casa já tem mais de 150 anos.

A história da casa remonta a meados do século XIX, quando a cidade começou a expandir-se devido ao início da industrialização. Nessa altura foi construído o Hospital de Santo António, que se situa em frente ao hotel. Nas redondezas situa-se também o Palácio das Carrancas, onde uma família rica se instalou com a sua produção e oficina, até que foi adquirida em 1861 pela família real. Esta estabelecia residência no palácio durante as visitas ao norte de Portugal. Desde 1940 até hoje o Museu Nacional Soares dos Reis está instalado nesse espaço.

Rua Dr. Alberto Aires de Gouveia, em meados do século XX. A Guesthouse Menina Colina é quase visível atrás da árvore do lado direito.

O primeiro dono da casa foi José Joaquim Correia, que a construiu para a sua família. Nessa altura o nome da rua era Rua das Carrancas e mais tarde Rua da Liberdade. O nome atual, Rua Dr. Alberto Aires de Gouveia foi atribuído muito mais tarde em homenagem a um conhecido pintor do Porto. A aparência exterior do edifício era bastante clássica, ao passo que no interior encontraram-se muitos elementos decorativos da época que foi possível preservar. José Joaquim Correia viveu lá com os pais, irmãos e irmãs até ao final do século XIX. Nessa altura a casa foi herdada por Costa Fontes e sua família, que fizeram algumas mudanças e melhorias no edifício, por exemplo a construção de uma varanda na sala de música que se encontra na parte da frente do edifício e a inserção das iniciais do nome do proprietário no vidro das portas intermédias. Muitos dos estuques dos tetos e pinturas foram acrescentadas nessa altura. Construiu-se também uma pequena capela no último andar.

A histórica sala de música antes do restauro. Mesmo após um longo período em que a casa não foi habitada, foi possível restaurar os materiais velhos com técnicas antigas.
O mármore fingido estende-se até ao último andar.
Ornamentos por todo o lado.

O último residente deixou a casa em meados dos anos oitenta do século passado. Durante mais de três décadas este edifício, sendo um exemplo extraordinário para as artes portuguesas, permaneceu fechado, até que decidimos renovar o tesouro escondido e torná-lo acessível ao público. Em 2017 a renovação começou. Introduzimos elementos modernos quase sem alterar a substância antiga do velho edifício. Ao longo de vários meses de restauro, o estuque, as portas e outros elementos decorativos foram cuidadosamente limpos, consolidados e revigorados.
Agora todos os nossos hóspedes podem experimentar, encher de vida e admirar esta casa única.

O antigo jardim é outro destaque da propriedade. Tem cameleiras centenárias, que só florescem no inverno. A cameleira é uma das árvores emblemáticas do Porto e em Portugal também são conhecidas por japoneiras.
Foi possível restaurar a clarabóia na sua forma original.
Anteriormente a sala de jantar. A típica pintura portuguesa de textura de madeira foi preservada e completada.